Região ganha novo subprefeito: Márcio Valente

O comando trocou e poucos perceberam. Com a saída de Alex Costa da Subprefeitura da Barra e Jacarepaguá, assume o posto o ex-administrador regional da Barra, Márcio Valente, de 43 anos. Graduado em Turismo e Hotelaria e pós-graduado em Administração Pública, chefiou a 24ª Região Administrativa da Barra da Tijuca e ocupou o cargo de vice-presidente da Rio Eventos e foi assessor de Pedro Paulo, quem o indicou para esse posto.

Márcio só tem 6 meses para mostrar serviço e se diz motivado. Com ênfase nas praças públicas, ele terá uma tarefa árdua diante da falta de recursos que passa a administração pública. O Jornal do Recreio pediu a alguns moradores para fazer algumas perguntas pelas redes sociais:

1) Nestes primeiros dias, qual a principal reclamação que tem ouvido?

Sub–Basicamente são reclamações sobre transporte na região de Jacarepaguá e de trânsito na área da Barra. Com relação ao transporte, a Prefeitura está fazendo uma grande transformação na cidade: criou os BRTs, abrindo o túnel da Grota Funda que era um projeto de quase 50 anos, implantou o corredor expresso Transcarioca, por exemplo, que corta a cidade e era outro projeto que estava engavetado há 49 anos, está abrindo uma nova via para a cidade, assim como foi a Linha Amarela – que é a Transolímpica -, implantamos o VLT no centro da cidade e está racionalizando as linhas de ônibus, depois de ter realizado uma licitação nessa área dando transparência e organizando ao setor. Com a racionalização das linhas surgiram algumas reivindicações, que devem ser resolvidos aos poucos. Por exemplo, duas linhas tinham sido diz o prefeito, não dá para fazer omelete sem quebrar os ovos. Mas falta pouco tempo para tudo ficar pronto.

2) O Sr. ficou 9 meses na 24ª Região Administrativa da Barra, foi um curso intensivo da região?

Sub–Passar pela administração regional da Barra da Tijuca foi estratégico. Agradeço muito ao secretário executivo de Governo, Pedro Paulo, que teve a visão de me preparar para um cargo com tanta responsabilidade, em um momento tão determinante para a cidade que vai receber os Jogos Olímpicos – o maior evento esportivo do mundo. E agora, ocupar o cargo que já foi do prefeito, aliás do melhor subprefeito que a cidade já teve, é um grande desafio.

3) Barra , Recreio e Vargens sofrem há quase 10 anos com obras, o que fazer para minimizar e melhorar a vida do morador?

Sub–Ainda bem que os moradores reclamam das obras, sinal que nestes oito anos de administração foram feitas muitas obras para transformar e melhorar a região. Pior se reclamassem da falta de investimento da Prefeitura. A nossa preocupação é que todas essas obras aconteçam no custo e no prazo, com sinalização adequada e no menor espaço de tempo, para minimizar os transtornos. É isso que tem sido perseguido, embora nem sempre como gostariam os moradores. Mas estamos avançando. A cidade está cada vez melhor e o Recreio, especificamente, ganhou a duplicação da Avenida das Américas, vai ganhar agora o corredor Transolímpico, com a duplicação da Salvador Allende e o novo Terminal do Recreio que vai melhorar o fluxo de veículos naquela região do viaduto Orlando Raso; foi feita a duplicação da Estrada dos Bandeirantes, urbanizamos mais de 27 ruas internas do Recreio, revitalizamos praças e melhoramos a iluminação pública. Estamos implantação nova iluminação na Avenida Alfredo Balhtazar da Silveira que era um pedido antigo dos moradores, enfim, já fizemos muito e vamos fazer muito mais.

4) Você foi vice-presidente da Rio Eventos e é graduado em Hotelaria. Esse ano tivemos a primeira queima de fogos no Réveillon, mas a região é pouco explorada para eventos gratuitos, pretende trazer algo para cá com sua experiência?

Sub – A cidade está se preparando para o maior evento esportivo do mundo – os Jogos Olímpicos – e a determinação do prefeito Eduardo Paes é incentivar novos eventos para impulsionar o turismo na cidade e especialmente a região da Barra da Tijuca. Estamos abertos a ouvir propostas e apoiar todas as iniciativas de hotéis e empresas, criando parcerias público- privadas para gerar renda e empregos na área do turismo e de hotelaria e oportunidades de lazer e entretenimento para moradores e turistas. Estamos de portas abertas para as iniciativas que nos forem apresentadas e para quem quiser realizar eventos de réveillon e outras datas importantes, respeitadas as normas de segurança.

5) Como um jovem morador da Barra encara esse novo desafio?

Sub– Jovem? Agradeço o elogio. Encaro o desafio com otimismo, satisfação e muito orgulho de fazer parte do grupo do prefeito Eduardo Paes que está transformando essa cidade para melhor. Estarei sempre de portas abertas para ouvir os moradores, aliás, acompanho o jeito de governar do prefeito: gosto de estar na rua, de ouvir as pessoas, quem vive o dia a dia da cidade. Sigo o lema do secretário Pedro Paulo, temos que cuidar da floresta, sem esquecer das árvores. Cuidar das grandes obras, atendendo bem todos os moradores.

 

Fonte: Jornal do Recreio