Falsos professores

Falsos professores são levados à delegacia dando aulas em praias

Falsos professores

Foto: Jornal O Dia

Pelo menos 27 irregularidades em atividades de Educação Física foram flagradas nas orlas do Rio durante a Operação Lost. O Conselho Regional de Educação Física da 1ª Região percorreu 128 locais em busca de professores sem licença e de empresas em situação ilegal.

Duas pessoas foram encaminhadas para delegacias: a 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) e a 81ª DP (Itaipu). A dupla não tinha o diploma superior em Educação Física, necessário para a licença. “Eram leigos, que sequer estavam cursando a faculdade”, revelou a supervisora da operação, Giovanna Pereira.

Conselho de Educação Física fez fiscalização nas orlas do Rio e Niterói

A maioria das irregularidades foi encontrada em atividades de treinamento funcional (15) e futevôlei (6). Em 17 das vezes, não havia responsável técnico no local. Os casos serão encaminhados ao Ministério Público. A operação segue até o fim do mês.

O ortopedista do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) Eduardo Branco explica que exercitar-se sem a supervisão de um profissional pode causar lesões cardiovasculares e nas articulações. “Todo gesto esportivo tem uma prática adequada, que só um profissional pode recomendar. Além disso, ele monta sua série de acordo com as restrições apontadas pelo médico”, disse.

 

Fonte: Jornal de Turismo