Equipamentos despejados em terreno de posto de saúde no Recreio chamam a atenção

Equipamentos despejados em terreno de posto de saúde no Recreio chamam a atenção

Divulgação

Há cerca de um mês, peças de mobiliário e equipamentos diversos se amontoam no terreno do Centro de Saúde Municipal Harvey Ribeiro de Souza Filho, na Avenida Guiomar de Novaes. A situação chama a atenção de moradores do Recreio. Em um momento de crise, muitos lamentam o possível desperdício. Outros dizem que, se o caso é de descarte, um posto de saúde não é o local ideal para armazená-lo.

Um vizinho do local conta que os equipamentos parecem estar em bom estado. Há mesas, cadeiras, armários e até aparelhos usados em Academias da Terceira Idade.

— Em vez de aproveitarem o material, talvez até num hospital, largaram tudo dentro do posto. E, se é para jogar fora, deveriam fazer isso de outra forma — afirma ele, que também reclamou da falta de unidades de emergência no Recreio. — No ano passado fizemos uma campanha pedindo a construção de uma UPA. O que a prefeitura prometeu foi uma Clínica de Família, que começou a ser feita na Avenida das Américas e foi abandonada durante a Olimpíada.

No início de fevereiro, o GLOBO-Barra mostrou o abandono de uma Clínica de Família que estava sendo construída no bairro. A obra foi paralisada pela gestão municipal anterior, ainda no início.

A Secretaria municipal de Saúde informa que o Centro de Saúde Municipal Harvey Ribeiro de Souza Filho está funcionando e passou por uma modernização para ampliação dos serviços oferecidos, como acompanhamento da família. Será feita uma avaliação dos móveis, para definir seu destino. A direção do posto diz que vai cobrir os objetos e está à disposição dos moradores para esclarecimentos.

Fonte: Jornal da Barra