Segurança já começou o ano de 2016 com dívida03

Segurança já começou o ano de 2016 com dívida de quase R$ 1 bilhão

Levantamento mostra que PM tinha maior débito: R$ 356 milhões

Segurança já começou o ano de 2016 com dívida01

 

Mal das pernas agora, com o orçamento contingenciado, a segurança pública do Rio já começou 2016 no vermelho, devendo quase R$ 1 bilhão, revela um levantamento do deputado estadual Luiz Paulo Corrêa da Rocha (PSDB), feito a pedido do GLOBO. Segundo os números, do orçamento previsto de R$ 10,2 bilhões para 2015, a pasta efetivamente empenhou em despesas liquidadas R$ 9,8 bilhões, mas só pagou R$ 8,9 bilhões e ficou devendo o restante: cerca de R$ 953 milhões.

A PM entrou o ano com a maior dívida, R$ 356,9 milhões, seguida da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), com R$ 193,5 milhões, e da Polícia Civil, com R$ 114,7 milhões. Ao GLOBO, o governador Francisco Dornelles informou que a segurança pública consome, por mês, cerca de R$ 940 milhões e que torcia para que o socorro do governo federal de R$ 2,9 bilhões chegasse o mais rapidamente possível ao estado.

“E NÃO FOR O COLAPSO, ESTAMOS PERTO”

— Se o socorro não chegar agora, rapidamente não haverá mais como a segurança funcionar. Os sintomas estão por toda parte: falta gasolina, os helicópteros estão no chão por falta de manutenção e os policiais, sem dinheiro até para trabalhar. Quem tem sofrido é a população, que está morrendo.

O deputado disse nunca ter visto nada igual na área de segurança no estado.

— Tenho notado que há algum tempo os policiais estão parando, num espécie de greve branca. Se não for o colapso, estamos próximos a ele.

Como tem repetido nos últimos meses, o delegado Fernando Veloso, chefe de Polícia Civil, voltou a dizer ontem que teme pelo colapso da polícia, prejudicando o planejamento para os Jogos Olímpicos. Com cortes no orçamento, contingenciamento de recursos e uma dívida com fornecedores que ultrapassa os R$ 80 milhões, Veloso revelou que seu maior receio é não conseguir manter o funcionamento do coração da Polícia Civil: um sofisticado sistema de informática que interliga todas as 186 delegacias do estado.

Em comparação com o ano passado, o orçamento da Polícia Civil em 2016 já havia sofrido um corte de cerca de 20%. Com o avanço da crise, o governador Luiz Fernando Pezão determinou, em fevereiro, com o decreto 45.569, um enxugamento de 30% no orçamento geral do estado, incluindo o da segurança pública. Como a situação piorou, o governador em exercício Francisco Dornelles anunciou mais cortes. Assim, o orçamento inicial de R$ 10,2 bilhões acabou encolhendo para menos de R$ 5 bilhões.

Segurança já começou o ano de 2016 com dívida02

Em audiência pública realizada na Alerj em março, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, admitiu que a crise estava atrapalhado o planejamento da pasta. Segundo ele, os repasses estavam sendo feitos aos poucos, não permitindo a montagem de uma estratégia a longo prazo. Procurado ontem por meio de sua assessoria, Beltrame não quis falar sobre o assunto. Por causa da crise, veículos blindados (caveirões) deixaram de ser usados. Além disso, todos os três helicópteros da corporação estão no chão: não podem voar por falta de manutenção. Falta até papel higiênico nas delegacias para os policiais.

O sociólogo Ignácio Cano, do Laboratório de Análise da Violência da Uerj, disse acreditar que a crise financeira possa afetar a imagem do Rio durante os Jogos Olímpicos. Segundo ele, no entanto, o impacto na segurança do evento será mínimo:

— Para nós, do Rio, a crise está sendo sentida e permanecerá. Mas ela não terá tanto impacto nos Jogos, porque o policiamento virá. Brasília vai mandar o que for possível. Teremos muitos policiais aqui na segurança ostensiva.

Para reforçar o patrulhamento da cidade durante a Olimpíada, a Secretaria de Segurança planeja mobilizar um efetivo extra de cerca de 25 mil policiais civis, militares e bombeiros, por meio do Regime Adicional de Serviço (RAS), a um custo de aproximadamente R$ 42 milhões. O dinheiro para pagar a hora extra deverá vir dos R$ 2,9 bilhões que o governo federal promete repassar ao estado.

O RAS, conhecido também como “bico oficial”, foi criado em julho de 2012, para remunerar policiais que trabalhem nas suas horas de folga, melhorando o patrulhamento. Em março, com os constantes atrasos nos repasses, das 18 mil vagas oferecidas por mês, apenas 360 estavam sendo efetivamente preenchidas. A Secretaria de Segurança garantiu que a situação estava sendo normalizada.

No início do ano, a Polícia Militar revelou que apenas 2% das vagas oferecidas aos policiais no RAS eram preenchidas. A crise financeira tem sido responsabilizada pelo aumento dos índices de criminalidade no estado, levando o governo a solicitar reforço das Forças Armadas para patrulhar as ruas durante a Olimpíada do Rio, o que inicialmente não estava previsto.

 

Fonte: O Globo

reunião_com_os_síndicos_de_barra_bonita

Encontro com os síndicos de Barra Bonita

reunião_com_os_síndicos_de_barra_bonita

 

Ontem a Associação Nova Barra Bonita realizou um importante encontro com os síndicos de Barra Bonita para apresentar o projeto de Monitoramento Inteligente que pretende implementar no Bairro. TODOS os condomínios receberam o convite que foi devidamente protocolado em suas portarias, os Condomínios Jardim do Alto, Natura, Home Ways, Vila Firenze, Via Venezia, Sunset e Conde do Recreio. O Sistema de Monitoramento vai mexer com a vida de todos os moradores e a Associação passou as informações iniciais aos que puderam comparecer.

Agradecemos ao síndicos do Jardim do Alto e do Natura que estiveram presente para ouvir a proposta e também pelas palavras de apoio e de incentivo. O fator limitador do projeto ainda é a questão financeira e por esse motivo precisamos que os demais condomínios participem do projeto. Você que é morador desses condomínios citados, converse com seu síndico (a) e procure se informar das mudanças que acontecerão em Barra Bonita, não fique de fora! QUEREMOS MAIS SEGURANÇA!

problemas_no_esgoto_barra_bonita

Problemas na rede de esgoto de Barra Bonita

problemas_no_esgoto_barra_bonita

 

Estamos com alguns problemas na rede de esgoto de Barra Bonita que tem provocado diversos vazamentos em algumas ruas. A Associação está em contato direto com a CEDAE que vem tentando resolver o problema para evitar novos entupimentos. Solicitamos a todos os moradores que evitem jogar óleo pelo encanamento da pia, papel higiênico ou outros objetos pelo vaso sanitário e redobrem a atenção com os descartes de lixo. A tubulação de esgoto uma vez entupida faz com que haja vazamentos pela rua provocando mal cheiro e um desconforto para todos, além de gerar ainda mais impacto ao meio ambiente.

INFORMAÇÕES SOBRE SEGURANÇA DO RECREIO E ADJACÊNCIAS

INFORMAÇÕES SOBRE SEGURANÇA DO RECREIO E ADJACÊNCIAS

INFORMAÇÕES SOBRE SEGURANÇA DO RECREIO E ADJACÊNCIAS2

O 31º Conselho Comunitário de Segurança realizou mais uma reunião hoje sobre Segurança da nossa região. Estiveram presentes o Comandante do 31º Batalhão da Polícia Militar, os delegados da 16º (Barra) e 42º (Recreio) Delegacias, representantes da Prefeitura, da Guarda Municipal entre outros.

As principais informações foram as seguintes:

– a polícia continua investigando o homicídio do morador do Recreio na semana passada que pode ter sido assaltado seguido de morte;
– a polícia continua tentando diminuir a mancha criminal na região;
– há uma preocupação das autoridades com relação a segurança durante as olimpíadas e alerta que pode haver um aumento do roubo de rua na região;
– devido a situação financeira do Estado que vem parcelando o pagamento dos salários dos policiais e servidores, há uma insatisfação grande por parte da corporação que tende a piorar quando os recursos ficarem ainda mais escassos;
– há um alerta que após as olimpíadas podemos passar por momentos ainda mais difíceis na região devido ao agravamento da crise financeira do Estado.

INFORMAÇÕES SOBRE SEGURANÇA DO RECREIO E ADJACÊNCIAS

A Sociedade precisa continuar pressionando as autoridades e colaborar ao máximo com a Polícia para que possa ter mais segurança em nossa região.

Feriados olimpíadas

Prefeitura do Rio decreta 4 feriados em agosto por conta dos Jogos Olímpicos Rio 2016

Feriados olimpíadas

 

O prefeito Eduardo Paes divulgou o plano operacional para a cidade do Rio no mês de agosto, quando acontecerão os Jogos Olímpicos Rio 2016. Entre as principais novidades estão quatro feriados já decretados para o mês: dias 5 (sexta-feira, data da cerimônia de abertura), 18 (quinta-feira, data da prova do triatlo), 21 (domingo, dia do encerramento) e 22 (segunda, visando facilitar quem está saindo do Rio ou voltando para casa). Segundo Eduardo Paes, somente no dia 22 cerca de 100 mil pessoas deverão embarcar no Aeroporto do Galeão.

“Esses feriados são parciais, parecidos com o esquema feito para Copa do Mundo e Jornada Mundial da Juventude. Comércio, restaurantes e bares continuam a funcionar normalmente. O Rio não será totalmente fechado, mas precisamos fazer uma adequação para diminuir a pressão na cidade”, justificou.

Uma mudança importante também já adiantada pelo Prefeito é sobre as férias escolares. Diferente dos últimos anos, as férias de meio do ano serão em agosto, tanto para a rede pública quanto privada.

O prefeito adiantou ainda que as vias expressas e alguns dos principais corredores terão 260 quilômetros de faixas olímpicas, reservados para transporte de delegações e veículos credenciados.

Fonte: Jornal da Barra

Homem é morto em assalto no Recreio dos Bandeirantes_Capa

Homem é morto em assalto no Recreio dos Bandeirantes

Homem é morto em assalto no Recreio dos Bandeirantes

O médico Duldson Magacho, de 63 anos, morreu ao ser assaltado na Avenida Genaro de Carvalho, no Recreio, na Zona Oeste, por volta de 17h desta sexta-feira. Ainda não há informações sobre o que foi levado da vítima.
De acordo com a Polícia Militar, agentes foram mobilizados para buscar os criminosos. O patrulhamento está intensificado na região. Ainda não há mais detalhes sobre o crime.

Duldson trabalhava como cirurgião plástico na clínica Fisiocenter. Em uma página na rede social, ele costumava postar fotos e vídeos de musculação. Ele se preparava para o concurso Master Rio 2016.

Os familiares prestaram solidariedade à família. “Querido Duldson, amigo há mais de 20 anos, sempre nos lembraremos com todo carinho da sua amizade. Antes de ser um excelente cirurgião, um grande ser humano. Que Deus conforte e console sua família. Cláudia e Vinicius”, escreveu uma mulher.

Através da assessoria de imprensa, o 31° Batalhão de Polícia Militar (Recreio) pede que testemunhas que tenham informações sobre o caso informem através do telefone 2332-7448. O caso está a cargo da Divisão de Homicídios (DH).

 

Fonte: Jornal Extra

policiamento montado

Moradores pedem volta da polícia montada

policiamento montado

O bairro cresceu, a população aumentou . Só não cresceu o número de policiais e com o agravamento da crise econômica e a mobilidade urbana do Recreio com o fácil acesso através das vias largas e túnel da Grota Funda, vieram os assaltos e a violência. No mês de abril o bairro ganhou um projeto experimental de policiamento, a polícia montada, o RPMont que já operou por aqui há cerca de 25 anos atrás e os cavalos ficavam descansando no Parque Chico Mendes.

A população apoiou, deu um ar novo de segurança, a ligação com o animal aproximou e o 31º BPM aprovou a ideia também. No fim do mês passado a experiência chegou ao fim sem maiores explicações. A moradora Paula Aparecida Ribeiro, em entrevista ao RJ TV disse que caminhava tranquilamente pelas ruas sem maiores problemas e agora não pode mais.

Reinando Waisman foi mais além:

__Hoje tem academia sendo assaltada, vizinhos sequestrados, tiros em praça pública em plena luz do dia, um horror”, finaliza.

A Associação de Moradores se mobilizou e criou uma petição pública pedindo a volta do policiamento. Se quiser participar basta clicar http://www.peticaopublica.com.br.

Enviamos perguntas ao Tenente Coronel do 31º BPM, mas até o fim dessa edição não recebemos as respostas, são elas:

  1. Nas redes sociais existe um movimento de moradores apoiados pela Associação sobre o retorno do RPmont ao bairro, isso é viável?
  2. Eles alegam que pagam os custos da manutenção do efetivo da tropa e cavalos. Isso é possível ? Como seria feito esse rapasse caso ocorra?
  3. Esse policiamento a cavalo foi uma experiência, correto? Qual foi o resultado , se é que existe um relatório?

Os números do ISP no primeiro trimestre mostra um aumento nos crimes de letalidade violenta tiveram um aumento de 15,3%, em comparação ao mesmo mês de 2015, mas no Estado. Em março deste ano foram registrados 521 casos de letalidade violenta, que incluem o homicídio doloso, o latrocínio (quando há a intenção de matar), a lesão corporal seguida de morte e o homicídio decorrente de intervenção policial no estado do Rio de Janeiro, contra 452 casos anotados no mesmo mês do ano passado.

 

Fonte: Jornal do Recreio

gari de barra bonita

Entrevista com a Gari de Barra Bonita

gari de barra bonita

 

 

Nome – Jaciara Silva Gonçalves

Profissão – Gari

Estado Civil – Casada

Bairro onde mora – Recreio (na estrada do Rio Morto)

 

 

 

 

 

1- Você gosta do que faz?

Gosto muito.

2- O que te motiva a trabalhar?

A conquista dos meus objetivos.

3- Como você ingressou na Comlurb?

Eu trabalhava em empresa particular e como precisava de estabilidade financeira, resolvi fazer o concurso para a Comlurb.

4- O que acha de Barra Bonita?

Barra Bonita é ótimo. Adoro trabalhar aqui.

5- Como é a sua relação com os moradores, como é a receptividade deles?

A maioria dos moradores me trata muito bem.

Não tenho do que reclamar.

6- Qual o seu maior sonho?

Ter a minha casa.

7- O que você deseja para o futuro?

Eu desejo voltar a fazer faculdade de letras. Tranquei no 3º perí- odo. E também viajar, aproveitar a vida.

8- O que te faz estar sempre com o sorriso no rosto?

Eu levanto já pensando que as pessoas não tem culpa dos meus problemas. Todo mundo tem os seus… Eu acho que nós não podemos descontar nos outros as nossas lutas e dificuldades. Então, eu penso que devemos estar sempre pra frente, pra cima, alegres… Porque até o dia fica melhor, a vida fica melhor. Uma coisa que falo sempre é que o meu trabalho já é pesado. Então, se eu ficar de mal humor tudo fica mais difícil de fazer, e é por isso que tento manter o bom humor, com um sorriso no rosto para que o ambiente de trabalho fique melhor e mais agradável.

 

Confira essa e outras notícias no nosso Boletim Informativo.